Promotores escolheram 3 integrantes para Conselho Superior do MP; hoje procuradores definem outros 2 nomes

Eliseu Vieira, Abraão Júnior e Nilo Guimarães foram os eleitos nesta segunda-feira

Eleição realizada nesta segunda-feira (14), Dia Nacional do Ministério Público, definiu parte da composição do Conselho Superior do MP de Goiás (CSMP) para 2021. Por votação dos promotores de Justiça, foram escolhidos três novos integrantes do CSMP no próximo mandato: os procuradores de Justiça Eliseu José Taveira Vieira, o mais votado; Abraão Júnior Miranda Coelho e Nilo Mendes Guimarães, empatados com o mesmo número de votos (confira abaixo o total de votos dos eleitos).

Com a definição dos eleitos pelos promotores de Justiça, a segunda etapa da eleição para o colegiado, que será realizada nesta terça-feira (15), terá sete candidatos: os procuradores de Justiça Dilene Carneiro Freire, José Carlos Mendonça, José Eduardo Veiga Braga, Orlandina Brito Pereira, Pedro Tavares Filho, Sergio Abinagem Serrano e Waldir Lara Cardoso. Caberá aos procuradores escolher os dois outros integrantes do Conselho para 2021. A votação também acontecerá das 8 às 17 horas. Para coleta dos votos, será instalado um sistema drive-thru no estacionamento da ala A do edifício-sede.

Além dos membros eleitos, fazem parte do CSMP, como membros natos, o procurador-geral de Justiça e o corregedor-geral do MP. A divisão da eleição para o Conselho em duas etapas atendeu à necessidade de observância das medidas sanitárias de prevenção à pandemia da Covid-19.

Votação com protocolos sanitários
A votação presencial nesta segunda-feira aconteceu no edifício-sede do MP-GO, em Goiânia, na sala vip do auditório, no subsolo. Compareceram ao local para registrar o voto 65 promotores. Os demais votos foram enviados por correspondência. Neste ano, em razão da pandemia, houve a extensão, aos promotores de Justiça de Goiânia, da autorização para o voto postal, o que já era válido para promotores com atuação em comarcas do interior. Assim, foi registrado um total de 251 votos postais. Ao todo, foram 316 votantes. Do total de votos, houve 2 nulos e 1 em branco.

Todo o processo de votação presencial seguiu rígidos protocolos de segurança, com a exigência, por exemplo, do uso de máscara, oferta de álcool em gel e higienização dos eleitores. A Comissão Eleitoral também seguiu as regras de distanciamento. Presidida pelo procurador-geral de Justiça, Aylton Flávio Vechi, ela foi composta pelos procuradores Abrão Amisy Neto, Estela de Freitas Rezende e Sandra Beatriz Feitosa de Paula Dias.