Declarada aposentadoria voluntária do desembargador do TJGO Ney Teles de Paula

Ney Teles de Paula ingressou na magistratura em 7 de março de 1978

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos Alberto França, declarou aposentado voluntariamente o magistrado Ney Teles de Paula no cargo de desembargador do Poder Judiciário do Estado de Goiás. O ato foi efetivado pelo Decreto Judiciário nº 692/2021. Ney Teles foi presidente do TJGO no biênio 2013/2015, e atualmente atuava como membro da 3ª Câmara Cível do TJGO e integrava a Comissão de Memória e Cultura.

Ney Teles de Paula começou na magistratura em 7 de março de 1978 como juiz adjunto (denominação da época) da comarca de Goiânia. Um ano depois foi para a comarca de Caiapônia, e, em seguida, para as comarcas de Bom Jesus de Goiás, Jataí, e, novamente, Goiânia. Em 26 de janeiro de 2001, Ney Teles assumiu o cargo de desembargador do TJGO.

Nos anos de 2009 e 2010, o desembargador  exerceu, respectivamente, os cargos de vice-presidente (com acúmulo do cargo de corregedor eleitoral) e presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO). À frente da Justiça Eleitoral, ele foi o responsável por incluir Goiânia entre as duas primeiras capitais do País a realizar o cadastramento biométrico de seus eleitores.

Ney Teles é de Piracanjuba

Natural de Piracanjuba, Ney Teles de Paula nasceu em 30 de maio de 1949. Antes da magistratura, trabalhou na antiga Cohab, na Prefeitura de Goiânia, Iquego e Palácio das Esmeraldas.

Como divulgador da cultura goiana, Ney Teles de Paula escrevia nos principais jornais goianos e mantinha programa cultural na Rádio Riviera, de Goiânia. Membro da Academia Goiana de Letras (AGL), Ney Teles é autor de diversas obras literárias. É filho de Guilherme Siqueira de Paula e Dulce Gonçalves de Siqueira. Com informações do TJGO