Lei cria o Dia da Advocacia Jovem e o inclui no calendário oficial do município de Goiânia

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou, no último dia 15 de abril, o Projeto de Lei nº 216/2020. Ele institui o Dia da Advocacia Jovem, a ser comemorado anualmente em 14 de março, e inclui a data no calendário oficial do município.

A propositura foi idealizada pela advogada Anna Carolyne Silva Lopes, membro da Comissão da Advocacia Jovem (CAJ) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO). Ela encaminhou a proposta ao vereador Dr. Gian (MDB) em outubro de 2020, que encampou o projeto na Casa Legislativa.

A advogada afirma que o objetivo da lei é incentivar que o advogado em início de carreira permaneça no caminho “pela tão sonhada realização profissional”. Ela também evidencia o trabalho realizado pela Seccional Goiana em prol da advocacia em início de carreira. “Comemorar o dia da advocacia jovem é trazer esperança, incentivo e luz para aqueles que, por meio da CAJ, conseguem encontrar caminhos para alcançar o tão sonhado êxito em suas carreiras. Nós precisamos de uma gestão que nos oportunize tornarmos profissionais cada vez mais capacitados”, afirma.

Relevância da advocacia

Na apresentação do projeto, o vereador Dr. Gian destaca a relevância da advocacia para o fortalecimento das instituições, de modo a garantir o respeito à Constituição, os princípios de igualdade, a fraternidade e a legalidade.

“A valorização do advogado em início de carreira é essencial para o fortalecimento da classe”, afirma. Ele reforça que instituir essa data especial “é incentivar e impulsionar o desenvolvimento profissional desses que são indispensáveis à administração da justiça”.

A presidente da CAJ, Chrissia Pereira, afirma que recebeu com muita alegria a notícia da aprovação do projeto. “Uma data de comemoração à jovem advocacia é muito simbólica e especial, visto que significa um reconhecimento ao trabalho de toda a comissão, ao esforço e à dedicação incessantes pela valorização da jovem advocacia”, ressalta. Com informações da OAB-GO