Dois advogados são assassinados dentro de escritório no Setor Aeroporto, em Goiânia

Advogados Marcus Aprigio Chaves e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis. Foto: Reprodução/OAB-GO

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás acaba de ser informada do assassinato de dois advogado de Goiânia na tarde desta quarta-feira (28). Informações preliminares enviadas à seccional, que realiza agora sessão especial para formação de lista sêxtupla para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás, apontam que o crime ocorreu dentro de um escritório de advocacia no Setor Aeroporto, em Goiânia (GO), por volta das 14 horas.

O vice-presidente Tales José Jayme e representantes da Comissão de Direitos e Prerrogativas estão indo para o local acompanhar o caso.

A Polícia Militar confirmou que um dos mortos seria filho de um desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás. Trata-se de Marcus Aprígio Chaves, filho de Leobino Valente Chaves, ex-presidente do TJGO. O outro seria colega dele, Frank Alessandro Carvalhaes de Assis. Os dois teriam sido alvejados por tiros de arma de fogo.

Conforme apurado até agora, um homem marcou antecipadamente uma consulta com os advogados, entrou, sem máscara. Na sala, disparou dois tiros na nuca de cada um dos advogados. O suspeito não foi identificado.

A Polícia Civil informou que o delegado Francisco Junior está no local do crime para dar início à investigação do duplo homicídio.

Luto oficial

Decreto assinado pelo presidente do TJGO, desembargador Walter Carlos Lemes, decretou luto de três dias pela morte do filho de Leobino Chaves. “Cumpre reverenciar a memória de quem soube pautar a conduta na associação do esforço ao talento em prol do bem comum”, frisou o magistrado. Leia aqui