Autos de prisão em flagrantes e medidas protetivas devem ser encaminhados pelo PJD

Desde ontem (6), os autos de prisão em flagrante e as medidas protetivas procedentes do plantão estão sendo redistribuídos para as varas criminais de modo virtual, por meio do Sistema de Processo Judicial Digital (PJD). O comunicado para utilização do PJD foi enviado aos juízes das varas criminais da comarca de Goiânia pelo diretor do Foro, juiz Paulo César Alves das Neves.

O novo procedimento foi adotado pois o plantão destinado ao exame de autos de prisão em flagrante e medidas protetivas já está funcionando de modo virtual, pelo PJD. O fluxo das comunicações destes casos e a autorização do protocolo dos autos no PJD foi estabelecida no Provimento nº 10, de 27 de março de 2020, da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás.