Início Justiça Justiça Federal Após reclamação dos servidores, Justiça Federal permite ligar ar condicionado pela manhã

Após reclamação dos servidores, Justiça Federal permite ligar ar condicionado pela manhã

Depois de muitas reclamações dos servidores, o diretor do foro da Seção Judiciária da Justiça Federal em Goiás, juiz federal Paulo Ernane Moreira Bairros, alterou portaria para permitir que os aparelhos de ar condicionados das unidades judiciárias possam ser ligados no período matutino.

Os equipamentos não podiam ser ligados de manhã como forma de economia de energia elétrica. Mas, devido às reclamações que apontavam que os ambientes das unidades judiciárias estavam muito quentes, o magistrado voltou atrás. Com isso, a partir de agora, os equipamentos podem ser ligados das 9 às 18 horas.

Leia a íntegra da portaria
Portaria SJ Diref 51 altera Portaria SJ Diref 26

O Juiz Federal PAULO ERNANE MOREIRA BARROS, DIRETOR DO FORO DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições legais e regimentais que lhe são conferidas pelo Provimento n° 38/COGER/TRF-1ª Região, de 12.06.2009 e tendo em vista o constante nos autos do PAe 0005459-31.2015.4.01.8006,

CONSIDERANDO:

a necessidade de adequação dos índices de temperatura nos locais onde são exercidas atividades de caráter precipuamente intelectual e atenção constante;

que a ausência de climatização nos prédios da Justiça Federal em Goiás no período da manhã, em conjunto com as altas temperaturas verificadas no Estado, vem repercutindo negativamente no ambiente de trabalho, na saúde e no desempenho funcional de magistrados e servidores;

RESOLVE:

ALTERAR o item “g” da Portaria SJ DIREF 26, que passará a constar da seguinte forma:

“g) Delimitação do horário de funcionamento dos equipamentos de ar condicionado para o período das 9 às 18h, considerando que, a partir das 18h, há um acréscimo de aproximadamente 500% no valor do KWh.”

Esta Portaria entra em vigor no dia 20.04.2016.

PUBLIQUE-SE. REGISTRE-SE. ANOTE-SE.
 

PAULO ERNANE MOREIRA BARROS

Juiz Federal Diretor do Foro