Judiciário goiano deve implantar em novembro ferramenta que viabilizará o alvará eletrônico

A partir de novembro, o Judiciário estadual deverá implantar o alvará eletrônico. A novidade foi discutida nessa quarta-feira (14) entre o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Walter Carlos Lemes, e representantes do Banco do Brasil, que será o parceiro que vai viabilizar o novo serviço.

Com a implantação do alvará eletrônico, haverá a integração dos sistemas de depósitos judiciais do Tribunal de Justiça com os sistemas do Banco do Brasil, o que viabilizará o intercâmbio de informações e o processamento eletrônico de guias de depósitos judiciais, alvarás, consultas a saldos e a extratos de contas judiciais.

De acordo com o diretor-geral do TJGO, Rodrigo Leandro da Silva, durante a atual gestão foi assinado um acordo de cooperação técnica entre o TJGO e o banco para a implantação dessa nova ferramenta. “Estamos agora na fase final de ajustes técnicos para o devido funcionamento do sistema, para o qual contamos com os esforços conjuntos da equipe de TI da Corregedoria-Geral da Justiça e da Diretoria de Informática. Com a implantação do serviço, além de termos um ganho exponencial em celeridade, aumentaremos os níveis de segurança e confiabilidade no processo de emissão e levantamento de alvarás, evitando-se a prática de fraudes”, completou.