Blogueira namorada de jogador do Atlético-GO é condenada a 116 anos de prisão por estelionato

A jovem de 27 anos, que é de Sorocaba (SP), mora atualmente em Goiás com o goleiro Jean/Foto: reprodução Instagram

A Justiça de São Paulo condenou, em primeira instância, a ex-atleta de eSports e bloqueira Shayene Victorio, conhecida como Shay, a 116 anos de prisão por estelionato. A jovem de 27 anos, que é de Sorocaba (SP), mora em Goiás com o goleiro Jean, ex-jogador do São Paulo, que atualmente defende o Atlético Clube Goianiense. Ela nega as acusações e diz que vai recorrer da decisão.

O processo envolve casos relatados entre 2012 e 2013. O ex-namorado de Shay, Renato Silva Savoya, recebeu a mesma condenação e também diz que também vai recorrer dela ao Tribunal de Justiça paulista. Ele e a ex-namorada tinham uma loja virtual de eletrônicos e eletrodomésticos e teriam aplicado, de acordo com o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público paulista, vários estelionatos. Conforme apontado, eles não entregavam o produto prometido e teriam lesado, segundo o MP-SP, mais de 100 pessoas.

Em sua defesa, Shay afirmou que a loja apresentou problemas operacionais e de logística. Ela teria, como apontado na ação, tentado avisar alguns clientes, por meio de e-mail, instruindo-os a realizarem o cancelamento da compra junto à operadora de cartão de crédito, porém, alguns não conseguiram fazê-lo.

Em nota, Antônio da Silva Carneiro, advogado de Shay, afirmou que a jovem não corre risco de ser presa, que o processo ainda tem inúmeros recursos e que a sentença pode ser cassada.