25º Congresso IGT vai discutir o Futuro do Trabalho e a Novas Tecnologias

Wanessa Rodrigues

O Instituto Goiano de Direito do Trabalho (IGT) realiza, entre os dias 5 e 7 de junho, o 25º Congresso IGT – em homenagem ao juiz Kleber de Souza Waki. O evento, que este ano traz o tema Futuro do Trabalho e a Novas Tecnologias, é feito em parceria com Associação dos Magistrados do Trabalho da 18ª região (Anamatra) e Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT Goiás).

Durante o Congresso, será lançado o Mestrado em Direitos Sociais e Processos Reivindicatórios, direcionado aos filiados do IGT. O edital do programa será divulgado no dia 7 de junho. As palestras do Congresso serão ministradas no auditório do Complexo Trabalhista do TRT-18. Para inscrições e mais informações, clique aqui.

O intuito do Congresso, segundo a presidente do IGT, a advogada Carla Franco Zannini, é abordar os temas relativos à Reforma Trabalhista e ao Direito do Trabalho, tendo em vista o atual cenário do Direito do Trabalho. Para isso, o evento contará com a presença de especialistas que são referências em suas aéreas de atuação.

A palestra de abertura, com o tema Futuro do Trabalho e as Novas Tecnologias, será ministrada pela advogada espanhola Maria Luz Rodrigues Fernández.  E terá como debatedor o ministro do Tribunal Superior do Trabalho Douglas Alencar Rodrigues, que também é vice-presidente do IGT.

Ministram palestras durante o evento o advogado Célio Pereira de Oliveira Neto (Curitiba); a juíza do Trabalho Thereza Christina Nahas (São Paulo); o juiz do Trabalho Ney Stany Morais Maranhão (Pará); ministro do TST Breno Medeiros, juiz do Trabalho Platon Teixeira de Azevedo Neto (Goiás); advogado Luís Carlos Moro (São Paulo); e o advogado Antônio Carlos Aguiar (São Paulo).