Conselheiro Edson Ferrari eleito presidente do TCE-GO para o biênio 2021-2022

Sebastião Tejota (vice-presidente), Edson Ferrari (presidente) e Kennedy Trindade (vice-presidente)

O Tribunal de Contas do Estado definiu hoje (16t) o nome do conselheiro Edson Ferrari para presidir o órgão fiscalizador no biênio 2021/2022. Ele foi eleito por unanimidade, juntamente com Kennedy Trindade, para vice-presidente e Sebastião Tejota, corregedor-geral. A posse deve ocorrer antes do início das atividades do Tribunal no ano que vem.

O atual presidente Celmar Rech explicou que a eleição foi a primeira reunião presencial do TCE-GO desde o início da pandemia, com os devidos cuidados de distanciamento e prevenção, e desejou à mesa diretora eleita sucesso na gestão dos próximos dois anos à frente do Tribunal.

Coube à conselheira Carla Santillo apresentar a chapa para votação. Após a apuração, o presidente eleito agradeceu o voto de confiança dos conselheiros, afirmando que o TCE-GO vai seguir na sua atuação eminentemente técnica, visando a eficiência da administração pública.

Todos os conselheiros e a procuradora-geral de Contas, Maísa de Sousa Castro, usaram da palavra para ressaltar a experiência administrativa dos três eleitos e destacar o trabalho da atual mesa diretora.

Currículos dos eleitos

Presidente

Edson José Ferrari é formado em Comunicação Social-Jornalismo pela UFG, com pós-graduação em Marketing. É graduado, também, em Direito pela PUC-GO. Atuou como jornalista em vários órgãos de imprensa no Estado. Foi funcionário do Beg, secretário-adjunto da Secretaria de Comunicação do Estado e atuou também na Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura de Goiânia. Foi um dos fundadores da Fundação Leide das Neves. É conselheiro do TCE-GO desde 2004, tendo presidido a Casa quatro vezes.

Vice-presidente

Kennedy Trindade é engenheiro civil formado pela PUC de Goiás, cursou MBA em Gestão e Desenvolvimento Sustentável e mestrado em Desenvolvimento Territorial também na PUC-GO. Trabalhou no extinto Dergo onde chegou a ocupar cargo de direção e presidiu o Crisa. Em 1998, foi eleito deputado estadual por duas vezes, tendo sido posteriormente diretor geral da Assembleia Legislativa. Tomou posse como conselheiro do TCE-GO em 2010, tendo sido corregedor-geral e presidente do Tribunal.

Corregedor-geral

Sebastião Tejota é bacharel em Direito. Foi procurador jurídico da Câmara Municipal de Goiânia, da qual foi também diretor-geral, assessor especial da Prefeitura de Goiânia, deputado estadual em quatro legislaturas. Presidiu a Assembleia em dois mandatos consecutivos. Em 2002 assumiu vaga de conselheiro do TCE, onde já foi corregedor-geral e presidente. Fonte: TCE-GO