Restaurante Madero vai pagar indenização por assiduidade no valor R$ 400 mil a funcionários

A Justiça do Trabalho determinou que o Restaurante Madero Goiás Ltda. da unidade Flamboyant, em Goiânia, terá que pagar R$ 400 mil em indenizações por prêmio de assiduidade. Serão beneficiados mais de 150 funcionários que atuavam na empresa no período de 2016 a fevereiro de 2018, quando a ação foi protocolada.

Conforme sustentado na ação, a unidade do Restaurante Madero Goiás não pagava os 10% de prêmio de assiduidade para os funcionários, direito conquistado em Convenção Coletiva de Trabalho do ramo de bares, firmada com o Sindicato Intermunicipal dos Empregados no Comércio Hoteleiro no Estado de Goiás (Sechseg).

O Sechseg denunciou o caso ao Ministério Público do Trabalho da 18ª Região, que propôs ação coletiva na Justiça do Trabalho. O presidente do Sechseg, Marlos Luz, explica que o restaurante já repassou uma lista dos trabalhadores que têm direito a receber indenização, que varia entre R$ 200 a R$ 5 mil.

Prêmio por assiduidade

Uma das beneficiadas trabalhou no restaurante em 2016 como auxiliar de cozinha por apenas 3 meses e quase não acreditou quando recebeu a ligação do sindicato informando que ela tinha direito a indenização. “Eu perguntei se era engano quando fui avisada pelo sindicato. Isso porque, quando trabalhei no Madero, achava que estava tudo certo, não sabia que tinha direito a prêmio por assiduidade. Fico feliz que existe um sindicato que me representa e luta pelos meus direitos”, afirma.

Outro trabalhador que não quis se identificar recebeu cerca de R$ 5 mil pelo tempo que trabalhou no local. Quando foi assinar o recibo de pagamento na sede da entidade fez um agradecimento. “Estamos passando por um momento difícil com essa pandemia e receber essa indenização vai ajudar minha família. Fico feliz em confiar no Sechseg porque nós, trabalhadores, não conhecemos todos nossos direitos e é muito bom saber que alguém luta para nos representar”, afirma. Com informações do Sechseg