Polícia prende advogado acusado de ser o mandante da morte do criminalista Hans Brasiel

Hans Brasiel atuava na área criminal/Foto: reprodução Facebook

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quarta-feira (26), o advogado Adelúcio Lima Melo, suspeito de mandar matar o colega Hans Brasiel da Silva Chaves, de 31 anos, no dia 6 de fevereiro, em Aruanã, na região noroeste do Estado. Além da prisão, foram cumpridos hoje mandados de busca e apreensão em endereços do causídico detido.

Hans Basiel, que atuava na área criminal, foi baleado no próprio escritório. Ele levou três tiros e o atirador fugiu em seguida. A vítima chegou a ser socorrida mas acabou morrendo no Hospital Municipal de Araunã.

Dois dias depois, a polícia prendeu um homem e apreendeu um adolescente suspeitos de cumprir as ordens, cometendo o crime. O homem suspeito foi detido no município de Araguapaz.

Atentado anterior
Em agosto de 2019, Hans sofreu uma tentativa de homicídio por outro advogado criminal que também atua em Aruanã. A investigação apontou à época que o suspeito por tentar matar Hans estava envolvido em crimes de receptação de estelionato. A Polícia Civil não informou, nesta quarta-feira, se o suspeito de mandar matar a vítima é o mesmo investigado pelo atentado do ano passado.