OAB-GO cria memorial virtual para lembrar advogados mortos pela Covid-19; saiba como indicar homenageados

Familiares e amigos podem indicar os profissionais a serem homenageados no site da OAB-GO
Publicidade

Com objetivo de registrar as histórias pessoais e profissionais, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás criou em seu site o memorial virtual para homenagear advogados vítimas da Covid-19. A OAB-GO, inclusive, já está recebendo relatos para inclusão no memorial, que será construído de forma colaborativa. Clique aqui e conheça o memorial.

A trajetória de vida e as contribuições profissionais à advocacia ficarão reunidas em uma seção específica no site que contará com nome completo, foto e breve relato enviado à Seccional por familiares e amigos. Caso haja o desejo de retirada da homenagem, a OAB-GO deve ser informada para seguir com o procedimento.

Para contribuir, basta enviar um e-mail para [email protected] com a história da pessoa a ser homenageada, nome completo e foto. Além disso, a OAB-GO pede o nome, e-mail e telefone para contato de quem estiver enviando o relato. O texto pode conter, por exemplo, a data e local de nascimento, área e local de atuação na advocacia e outras informações que forem consideradas significativas.

Memorial aprovado pelo Conselho Seccional

A proposta de criação do memorial foi aprovada pelo Conselho Seccional na sessão realizada em 19 de maio. De autoria da conselheira seccional Layla Milena Oliveira Gomes, o projeto teve relatoria da conselheira seccional Daniella Grangeiro Ferreira Kafuri e foi aprovado por unanimidade pelo Pleno. Em sessão anterior, o Conselho havia aprovado a instituição de comissão para avaliar a viabilidade da medida, que apresentou parecer positivo.

À época da aprovação do projeto, a conselheira Layla defendeu a importância da medida. “As histórias de vida daqueles que prestaram relevantes serviços e ajudaram a construir a advocacia goiana não devem se perder em meio às estatísticas”, frisou.

Layla esclareceu que memorial tem o objetivo de homenagear as vítimas da classe e garantir a preservação do momento trágico e histórico que o mundo vivencia. “Nós sabemos que nossas experiências do dia a dia, artefatos e memórias se tornarão fontes primárias para futuras gerações entenderem o que foi esse momento. Dessa forma, o memorial é uma maneira de a OAB Goiás contribuir na formação dessa memória social”, destacou. Fonte: OAB-GO