TJGO publica edital para cargo de desembargador pelo critério de merecimento

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) publicará, nesta sexta-feira (19), o edital para acesso ao cargo de desembargador do Poder Judiciário goiano, pelo critério de merecimento. O edital foi aberto pelo presidente do TJGO, desembargador Carlos Alberto França, após a aposentadoria voluntária do desembargador Francisco Vildon José Valente. O período de inscrições será de 22 a 26 de fevereiro. E a sessão de julgamento pelo Órgão Especial está marcada para o dia 12 de abril.

Francisco Vildon ingressou na magistratura em 28 de dezembro de 1983

O processo será realizado pelo Sistema de Promoção e Remoção, lançado pela Presidência na última semana e disponibilizado no portal da intranet do TJGO. No edital constam os passos que devem ser seguidos pelos magistrados para efetivação da inscrição e, ainda, para as demais etapas do concurso. Após a confirmação da inscrição, o magistrado receberá mensagem pelo seu e-mail institucional e pelo Telegram.

O magistrado terá entre os dias 15 e 19 de março para apresentar impugnação em relação a informações dos concorrentes e o prazo para desistências é até o dia 7 de abril.

Aposentado

O Decreto Judiciário nº 549/2021 de aposentadoria de Francisco Vildon foi assinado pelo presidente Carlos França na última quarta-feira (17). O magistrado tomou posse como juiz de Direito do TJGO em 28 de dezembro de 1983, tendo assumido o cargo de desembargador em 2011, pelo critério de antiguidade. O desembargador atuava na 5ª Câmara Cível do TJGO e também integrava a 2ª Seção Cível.

Maurício Porfírio Rosa é escolhido para ser o novo desembargador do TJGO no dia 10 passado

Como juiz de Direito, Francisco Vildon José Valente foi titular nas comarcas de Planaltina de Goiás, Abadiânia, Colinas de Goiás, Luziânia e Goiânia e, ainda, respondente das comarcas de Alexânia e Cristalina.

Segunda aposentadoria

Francisco Vildon é o segundo desembargador a aposentar voluntariamente este ano. Em 12 de janeiro, foi a vez de Olavo Junqueira de Andrade. Ele também atuava como membro da 5ª Câmara Cível. Além disso, era integrava o Órgão Especial, do Conselho Superior da Magistratura e da 2ª Seção Cível, tendo assumido a Presidência desse Colegiado no biênio 2015/2016. Também fazia parte das Comissões Permanentes de Cultura e Informatização.

Para assumir o lugar de Olavo Junqueira foi escolhido o juiz substituto em segundo Maurício Porfírio Rosa. O nome foi apontado levando em consideração o critério da antiguidade. Com informações do TJGO