Flagrado sem habilitação, cantor Felipe Araújo deve comparecer a audiência em juizado de Goiânia

Felipe Araújo foi flagrado dormindo dentro de um carro parada na pista de rolamento da Avenida Jamel Cecílio ontem de manhã

O cantor Felipe Araújo deve se apresentar em breve em um Juizado Especial da capital. O motivo: ele foi pego dirigindo sem habilitação nesta quinta-feira (11), em Goiânia. O carro que dirigia também estava com documentos vencidos, de acordo com a Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict). O sertanejo é irmão do cantor Cristiano Araújo, que morreu em um acidente de carro quando voltava de um show em junho de 2015.

O veículo do cantor sertanejo, uma BMW, atrapalhava o trânsito, ocupando a faixa de rolamento da Avenida Jamel Cecílio, no Jardim Goiás, por volta das 9h30. Agentes da Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) abordaram o condutor e se depararam com Felipe Araújo dormindo no banco do motorista.

Depois de acordo pelo agntes, o próprio sertanejo manobrou o carro até o estacionamento de uma loja. O segurança de um estabelecimento que fica em frente ao local disse que o carro seguia em direção ao Setor Sul. “Sem motivo algum ele parou, virou a cabeça para o lado e dormiu. Os motoristas atrás ficaram buzinando”, disse.

A Polícia Militar foi acionada, ma Felipe Araújo se negou a fazer teste de bafômetro, sendo levado então à Dict. O cantor se justificou, contudo, alegando que parou o carro pois se sentiu mal. “Eu não escolhi parar ali, eu senti um mal-estar e parei o carro para não seguir, porque eu me senti mal”, disse ao sair da delegacia, afirmando que estava dirigindo parar ir comprar pamonha.

Felipe Felipe admitiu que não tem CNH, mas achou que não aconteceria nada. “Foi inocência. De certa forma, foi inocência. A pamonharia era muito perto da minha casa. Nunca imaginei que fosse acontecer o que aconteceu”, afirmou, alegando que não pretende tirar o documento para dirigir por estar com a agenda muito cheia.

Segundo a delegada Adriana Fernandes de Carvalho, Felipe Araújo se recusou a fazer o teste de bafômetro solicitado pela SMT com o apoio da Polícia Militar. Ainda de acordo com a delegada, ao prestar esclarecimentos na delegacia, o cantor não apresentou sintomas visíveis de embriaguez e, por isso, ela não viu a necessidade de encaminhá-lo ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame clínico.