João de Deus deve ser interrogado de novo na Justiça nesta sexta-feira, em Abadiânia

O médium João de Deus, de 77 anos, tem um novo interrogatório agendado para esta sexta-feira (12) no Fórum de Abadiânia. Desta vez, ele deve ser ouvido a partir das 14 horas sobre um dos processos em que responde por posse ilegal de arma de fogo e mais um, cujo teor não foi foi divulgado porque corre em segredo de Justiça.

Os processos são julgados em Abadiânia porque é lá que fica a Casa Dom Inácio de Loyola, onde o réu fazia os atendimentos espirituais, e que as vítimas relatam que os crimes ocorreram. Preso desde dezembro do ano passado, ele responde a denúncias de abuso sexual, mas sempre negou as acusações.

João de Deus está detido no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia desde dezembro de 2018, Ele é réu em nove dos dez processos abertos pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO).

No último dia 2 de julho, João de Deus foi interrogado pela primeira vez pela Justiça com relação aos quatro casos que compõem a primeira denúncia. Na ocasião, ele negou qualquer abuso sexual contra frequentadoras do centro espírito que comandava em Abadiânia e disse ter se lembrado de apenas uma das mulheres que se dizem vítimas dele.

João de Deus está detido no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia desde dezembro de 2018, Ele é réu em nove dos dez processos abertos pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO).