Anulada prova preambular do concurso para promotor de Justiça de Goiás

Foi divulgado nesta quarta-feira (23) um comunicado assinado pelo procurador-geral da Justiça de Goiás, Aylton Flávio Vechi, que informa a anulação das provas do último 60º concurso para promotor de Justiça promovido pelo Ministério Público do Estado de Goiás. A justificativa seriam as ocorrências registradas durante a aplicação dos exames na sala 414-G, da Área I, do Campus I, da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, em Goiânia, no último domingo, dia 20.

O comunicado ainda informa que um novo cronograma está em desenvolvimento e será publicado em breve. Ou seja, o concurso ainda acontecerá, as provas só serão reaplicadas em um momento que o MP julgar mais oportuno.

O edital do certame oferta 40 vagas imediatas para o cargo de Promotor de Justiça Substituto, classe inicial da carreira. A remuneração inicial do cargo é de R$ 28.884,20. Com tempo de serviço e metas cumpridas, o servidor pode alcançar o nível 5 da carreira, chegando ao teto salarial de R$ 35.462,22.

Veja o comunicado