Solenidade marca elevação da comarca de Itapuranga à entrância intermediária

O Fórum José Silviano Barbosa, da comarca de Itapuranga, recebeu diversas autoridades nessa sexta-feira (23) para a solenidade que elevou a comarca à entrância intermediária, instituída pela Lei nº 20.816/2020. A mesma norma estabeleceu a transferência dos distritos judiciários de Heitoraí e Morro Agudo de Goiás das comarcas de Itaberaí e Rubiataba, respectivamente, para a comarca de Itapuranga.

Para o diretor do Foro local, juiz Denis Lima Bonfim, a elevação servirá para que “os anseios da comunidade sejam atendidos”. O magistrado explicou que a comarca era de entrância intermediária há 20 anos e que a elevação facilita a permanência de magistrados por mais tempo no local. Denis Bonfim fez questão de agradecer e elogiar a dedicação dos servidores, segundo ele, os “auxiliares da Justiça”. Atualmente, a comarca de Itapuranga tem aproximadamente sete mil processos em tramitação.

Representante do Ministério Público do Estado de Goiás, a promotora Gabriella de Queiroz Clementino ressaltou a união de todos para o resultado. “Também é um desafio para o Ministério Público, pois também exigirá mais força para atender a contento a população, que é a destinatária de todo nosso trabalho”.

Segundo o presidente da Subseção da OAB de Itapuranga, Julio Miguel da Costa Porfírio Junior, a elevação era um pleito da Ordem, e, conforme ele, “a advocacia da cidade será uma das partes mais beneficiadas, visto que a elevação refletirá em celeridade processual e no recebimento das custas processuais ao final da tramitação”. Ele ainda destacou a disposição do desembargador Walter Carlos Lemes e da juíza auxiliar da Presidência, Sirlei Martins da Costa, ao atuarem na solicitação.