Investigação do MP aponta que sino adquirido para a nova Basílica de Trindade custou R$ 17 milhões

Vox Patris, maior sino do mundo que será instalado na Basílica, foi importado da Polônia

Durante entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (10), o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) afirmou que o maior sino suspenso do mundo, previsto para ser instalado na nova Basílica de Trindade, custou R$ 17 milhões. O valor é quase o triplo daquele apontado pela Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) em 2014, quando a pela foi comprada. Segundo a entidade, teriam sido gastos R$ 6 milhões na compra do produto.

A Afipe é alvo da Operação Vendilhões, deflagrada no fim de agosto pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Goiás (MP-GO). Na época foram feitas buscas e apreensões e recolhidos documentos, computadores, pen drives, telefones celulares e até uma caneta espiã, que estava armazenada no alojamento do padre Robson Pereira de Oliveira. Segundo o promotor de Justiça Sandro Henrique Silva Halfeld Barros, que atua na investigação, os equipamentos estão passando pelo procedimento denominado espelhamento pela Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC).

De acordo com o promotor de Justiça, a Lei nº 13.964/2019, conhecida por Pacote Anticrime, introduziu várias sistemáticas no processo penal, entre eles a cadeia de custódia, que é um instrumento de garantia de prova. Segundo ele, todo o conteúdo de equipamentos eletrônicos tem de ser espelhado antes do manuseio, para garantir a integridade da prova. Somente depois de concluído este trabalho é que as informações serão analisadas. A investigação, no entanto, segue com depoimentos de envolvidos e testemunhas – já foram ouvidas pelo menos dez pessoas –, informou Sandro Halfeld.

Segundo ele, o foco das investigações do Gaeco são possíveis desvios de recursos, ocultação de valores, apropriação indébita e falsidade ideológica. Segundo Sandro Halfeld, está sendo verificado se houve transferência de dinheiro para terceiros, que teriam atuado como laranjas na aquisição de bens. O promotor reforçou reforçou também que todos os indícios de crime estão sendo apurados e que, assim que todo o material for analisado e os envolvidos prestarem depoimento, poderá ser oferecida denúncia.

Sino

Chamado de Vox Patris, em homenagem ao Divino Pai Eterno, o sino é composto 78% por cobre e 22% por estanho e conta com imagens em fundição, na parte externa, que narram a história da Santíssima Trindade desde 1840 até a construção do santuário em Trindade.

Importado da Cracóvia, na Polônia, o sino tem 4 metros de altura, 4,5 metros de diâmetro e 55 toneladas. Ele começou a ser produzido há dois anos.