Anderson Máximo deixa a Casa Civil para se candidatar a vaga de desembargador do TJGO

Anderson Máximo de Holanda é procurador do Estado se inscreveu hoje

Marília Costa e Silva

O secretário da Casa Civil, Anderson Máximo de Holanda, deixará a pasta, nesta quinta-feira (21), às 11 horas, para ser candidato a desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) na vaga do quinto constitucional reservada à advocacia. Anderson, que é procurador do Estado, deve se inscrever nos próximos dias para participar da eleição para formação da lista sêxtupla pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO) para vaga de desembargador criada pela Lei Estadual nº 20.254/18. O prazo para inscrição termina no próximo dia 28 de novembro, às 18 horas, quando o protocolo for realizado junto ao Atendimento Integrado da OAB-GO ou às 23h59s, quanto for realizado de forma eletrônica, nos termos do § 1º do artigo 2º do Provimento nº 102/2004.

Anderson, que já foi procurador-geral do Estado, tem bom tramite entre os advogados. Na gestão passada da OAB-GO, por exemplo, ele foi presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-GO. Como noticiado pelo Rota Jurídica, ele já começou a visitar os colegas em busca de apoio. Isso porque são os integrantes do Conselho Seccional que vão escolher seis nomes entre os advogados inscritos. A lista será enviada ao TJGO que escolherá três advogados e os encaminhará ao governador Ronaldo Caiado a quem caberá a apontar quem será o novo desembargador.

Quem já se inscreveu para participar da formação da lista sêxtupla foi Breno Caiado e Ricardo Baiocchi. Este último concorreu na eleição passada. Mas a exemplo do ano passado, quando 23 advogados se inscreveram para a vaga deixada pela aposentadoria do desembargador Geraldo Gonçalves, este ano é esperada a participação de muitos causídicos.

Entre os advogados que estão mobilizados estão Augusto César Rocha Ventura. Ele foi o primeiro nome da listagem formada pela OAB-GO no ano passado, quando Guilherme Gutemberg Isac Pinto foi o escolhido para representar a advocacia no TJGO. Outros que integraram a lista sêxtupla e não escondem que serão candidatos são Alexandre de Morais Kafuri e Vicente Lopes da Rocha Júnior.  Danilo de Freitas é outro que voltará a colocar seu nome à disposição dos colegas.

Tênio do Prado, que integra da Comissão da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB-GO, também será candidato. Eduardo Scartezini, ex-ouvidor da OAB-GO é outro que deve participar da eleição. Candidatíssimo, Marcelino Assis Galindo, de Trindade, garante que está recebendo apoio de representantes de subseções do interior do Estado.

Três nomes femininos surgem quando o assunto é a formação da lista sêxtupla: Sônia Caetano Fernandes, Antônia Chaveiro e Rosângela Magalhães. Elas já declararam abertamente que vão concorrer à listagem. Esta não será a primeira vez que as três advogadas colocam seus nomes para escolha dos colegas. No ano passado, elas também participaram do pleito.