Acusado de estuprar e matar funcionária da Comurg vai a júri popular nesta quinta-feira

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri, vai presidir nesta quinta-feira (22), a partir 8h30, o júri popular de Péricles Teodoro da Silva. Ele é acusado de estuprar e matar a pauladas a funcionária da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Ilma Gonçalves Ferreira.

O julgamento será realizado no Fórum Criminal Desembargador Fenelon Teodoro Reis, localizado no Jardim Goiás. As sessões dos júris presenciais da 3ª Vara retornaram nesta semana e o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) tomou todas as providências e alterações necessárias para garantir o retorno seguro.

Segundo a denúncia, o crime aconteceu no dia 17 de dezembro de 2018, no Parque Anhanguera, enquanto a idosa trabalhava. Consta que, no dia do crime, o réu tentava furtar um veículo, quando, na oportunidade, coincidentemente a vítima passava caminhando pelo local e notou a conduta suspeita de Péricles, e sua tornozeleira eletrônica. Em seguida, repreendeu a um motorista que estava parado, verificando os pneus do carro, sobre a conduta suspeita do réu.

Aborrecido com a vítima que atrapalhou os seus planos de furto, Péricles a seguiu e conduziu Ilma, para uma área de vegetação e abusou sexualmente da vítima. Em seguida, desferiu vários golpes usando um pedaço de madeira, matando-a.