Lúcio Flávio diz que internacionalização da advocacia é objetivo da atual gestão da OAB-GO

Presidente Lúcio Flávio recebe representantes da Síria

A internacionalização da advocacia goiana, seja para aperfeiçoamento técnico ou pela assessoria a empresas, é um dos objetivos da atual gestão da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO). A afirmação é do presidente da instituição Lúcio Flávio de Paiva durante reunião, nesta quarta-feira (24), com embaixador sírio no Brasil, Mahamed Kafif, no Meu Escritório – Casag, no Centro, em Goiânia.

Mahamed Kafif afirmou durante o encontro que a advocacia goiana tem muito a contribuir para a reconstrução da Síria. “Uma relação mais próxima com advogados locais é necessária para viabilizar a efetividade do processo de cooperação entre as empresas goianas que objetivam destinar seus investimentos à Síria. “Esperamos que essa seja uma oportunidade de cooperação. A atuação da advocacia é importante para este processo”, afirmou. Ele também convidou Lúcio Flávio a participar de um encontro da Confederação dos Advogados da Síria.

A Síria deseja um relacionamento mais próximo com advogados goianos

O presidente da Comissão Direito Internacional da OAB-GO, Michel Magul, afirmou que é fundamental a OAB se internacionalizar nesse momento mundial. “A Seccional Goiana mostra sua liderança para o Brasil, recebendo o embaixador na sua sede e se mostrando sensível às pautas internacionais”, disse.

Acompanharam o embaixador, durante a visita: o cônsul honorário da Síria em Goiás, Jamal Yusuf; o responsável comercial da Embaixada da Síria, Moatasem Aljundi; o padre ortodoxo Rafael Magul; presidente do grupo Amizade Popular de Apoio a Síria, Juscilene Barros. Pela OAB-GO: a secretária-geral adjunta, Delzira Menezes; o diretor-tesoureiro e presidente da Comissão de Direitos Humanos, Roberto Serra da Silva Maia; a conselheira federal Valentina Jungmann; o presidente da Comissão de Direito Internacional, Michel Magul; o presidente da Casag, Rodolfo Mota; a secretária-geral da Casag, Valéria Alves dos Reis. Com informações da OAB-GO