Desembargador Amaral Wilson é o novo ouvidor do Poder Judiciário de Goiás

Amaral Wilson é o novo ouvidor e a colega Elizabeth Maria da Silva é suplente

Órgão responsável por receber manifestações internas e externas quanto aos trabalhos da Justiça Estadual, a Ouvidoria do Poder Judiciário de Goiás tem novos dirigentes para o biênio 2021/2023, empossados nessa quinta-feira (4): o desembargador Amaral Wilson de Oliveira e a suplente, desembargadora Elizabeth Maria da Silva. A solenidade de posse foi conduzida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos Alberto França.

Ouvidor do Poder Judiciário na gestão anterior, o presidente Carlos Alberto França falou que a experiência obtida na pasta “contribuiu para conhecer, ainda mais, as complexidades do TJGO, tendo servido como amadurecimento”. Ainda em seu discurso, o chefe do Poder Judiciário destacou que “é uma honra empossar o novo ouvidor e sua suplente, escolhidos de forma unânime pelo Órgão Especial”.

Canal de comunicação

A Ouvidoria do Poder Judiciário recebe os elogios, críticas, dúvidas, sugestões, reclamações e denúncias, que são encaminhados para os departamentos responsáveis, recomendando medidas possíveis para a solução ou a prevenção das falhas detectadas. Após a manifestação ser examinada, há o prazo máximo de cinco dias para resposta. O novo ouvidor do Poder Judiciário, desembargador Amaral Wilson, afirmou que o órgão “prestou um excelente trabalho no biênio anterior e vai continuar a servir como interlocução entre os cidadãos e o TJGO, com respeito, compreensão e urbanidade”.

Para cadastrar uma manifestação, o usuário, interno ou externo, pode acessar o link ou selecionar a opção “Ouvidoria”, inserida no menu “Institucional”, no site do www.tjgo.jus.br. No mesmo espaço, é possível acompanhar o andamento da solicitação. O sistema utilizado (OMD) possui versatilidade para atendimento de um número ilimitado de usuários com recebimento de manifestações e envio de respostas por múltiplos canais. Fonte: TJGO