Advogado de Nerópolis foi assassinado na manhã deste sábado; a OAB-GO já está acompanhando o caso

Advogado Ricardo Xavier Nunes

Um advogado de Nerópolis, município distante cerca de 35 quilômetros de Goiânia, foi assassinado na manhã deste sábado. Ricardo Xavier Nunes, de 54 anos, foi morto em frente à casa onde morava. A Polícia Civil está investigando o caso.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de Goiás (OAB-GO), que conta com uma força-tarefa para acompanhar violência contra profissionais da advocacia, já se mobilizou para acompanhar as investigações.

Imagens gravadas

Imagens de câmera de segurança mostra o momento em que o advogado conversa com o autor do crime.

Imagens de uma câmera de segurança mostram quando o advogado sai de sua casa para conversar com um homem que o aguardava na porta, encostado em uma camionete. Após alguns segundos, o homem saca uma pistola e efetua vários tiros contra o advogado. Ricardo Xavier ainda tentou fugir correndo, mas foi baleado outras duas vezes, e caiu morto na calçada. O atirador, então, entrou na camionete, e fugiu.

Atuação
Em nota, a OAB-GO disse não ser possível afirmar no momento se o crime está relacionado à atuação profissional. Segundo informações iniciais, o autor já foi identificado e a polícia está no seu encalço. Informações preliminares dão conta de que o crime poderia ter sido motivado por convivência desarmônica entre vizinhos de propriedade rural. O caso foi notificado ao presidente da Comissão Direitos e Prerrogativas da OAB-GO, David Soares, que mantém contato com o presidente da subseção de Nerópolis, André Raggi Nunes.

O presidente da Comissão Especial de Trabalho para Acompanhar as Investigações de Casos de Violência Praticados Contra Advogados em Goiás, Edemundo Dias, se dirigiu à cidade para somar-se aos esforços da Ordem no apoio à família e na elucidação do crime.

Conforme a nota, a “OAB-GO e a sociedade goiana assistem estarrecidas nos últimos meses e anos a uma inaceitável escalada da violência contra a advocacia. Em muitos casos, crimes bárbaros contra a vida de advogados estão associados ao exercício da profissão, o que reveste de maior gravidade as ocorrências. O advogado é parte essencial do sistema de Justiça, motivo pelo qual atos de violência ao profissional são atentados ao Estado Democrático de Direito.

E reforça que estará presente durante toda a investigação do crime, para que seja celeremente esclarecido e o autor, levado à Justiça. “Também se solidariza com a família da vítima, privada do convívio e do amor de seu ente querido. O advogado, de 54 anos, era muito conhecido e respeitado na cidade. O Conselho Seccional e sua Diretoria, bem como a Diretoria da Subseção de Nerópolis, externam seu mais profundo pesar e rogam a Deus que possa dar conforto àqueles que sofrem com tão prematura perda”, finaliza a nota.

O Rota Jurídica está acompanhando o caso. Mais informações serão disponibilizadas ao longo do dia.