TJGO vai emitir relatório de indisponibilidade do Projudi duas vezes ao dia

Após pedido da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) vai divulgar, duas vezes ao dia, relatório de indisponibilidade de seu sistema (Projudi e do PJD). A medida começa a operar a partir desta sexta-feira (18 de setembro) e vai funcionar até que o Poder Judiciário adquira um software que faça e divulgue essas informações em tempo real, revela o juiz auxiliar da Presidência, Cláudio Castro.

O primeiro relatório sairá por volta das 18 horas, e compreenderá as indisponibilidades eventualmente ocorridas no sistema entre às 8 horas e 18 horas; o segundo relatório será divulgado por volta das 8 horas do dia seguinte, apontando as indisponibilidades eventualmente ocorridas entre 18 horas do dia anterior e 8 horas do dia da divulgação.

O secretário-geral da OAB-GO, Jacó Coelho  que esteve à frente das negociação junto ao TJ-GO, afirma que a emissão dos relatórios de indisponibilidade, duas vezes ao dia, mostra a sensibilidade do Tribunal de Justiça de Goiás às demandas da OAB-GO, vindo ao encontro do anseio da advocacia que precisa de segurança jurídica na defesa de seus clientes.

“Isso vai ajudar a advocacia muito. Demos início à solução deste problema após o conselheiro federal Marcello Terto e Silva apresentar a queixa de advogados e advogadas sobre esse problema. O TJ-GO, na pessoa do dr. Cláudio, nos atendeu prontamente e se mostrou disponível”, destaca.

Comissão
O presidente da Comissão de Direito Digital da OAB-GO, Paulo Emílio, diz que o sistema do TJ-GO apresenta eventuais instabilidades, mas que o diálogo institucional tem sido bem positivo para a solução do problema.

“Temos um diálogo permanente com a TI do TJ-GO. Sempre que é constatado que o sistema ficou foram do ar além do tempo permitido pela lei, falamos com a Diretoria de TI, que na maioria das vezes já tem conhecimento, que verifica o ocorrido e, se preenchidas as condições, faz constar no Relatório de Indisponibilidades para que não haja prejuízo aos usuários. “A emissão de relatórios diários vai melhorar o acompanhamento da advocacia”, diz.

O diretor de TI do TJ-GO, Anderson Yagi Costa, explica as razões da medida entrar em vigor de imediato. “Pedi para que essa rotina fosse aplicada imediatamente, por ter impacto diário na rotina dos advogados e advogadas”, afirma. (OAB-GO)