Abertas inscrições para o Curso Sustentação Oral Perfeita com Carlos André voltado para jovens advogados

Marília Costa e Silva

Já estão abertas as inscrições para mais uma edição do Curso Sustentação Oral Perfeita com o professor Carlos André Pereira Nunes. Desta vez, o evento, que será realizado no dia 10 de agosto, será direcionado a jovens advogados, com o objetivo ensinar aos novos profissionais a como transformar várias páginas de um processo em sustentação oral.

Para esta turma, Carlos André convidou a advogada Caroline Santos para discutir os aspectos jurídicos e práticos da sustentação oral. Mais informações pelo telefone (62) 3945 1777.

Carlos André Pereira Nunes

O evento será realizado no Instituto Carlos André, centro de excelência em Língua Portuguesa, Assessoria em Português Jurídico e Preparatórios para Admissão à Carreira Diplomática, localizado em Goiânia, das 7h30 às 12h30. O curso abordará aspectos linguísticos, a importância do tom de voz para o advogado, vícios de linguagem, entre outros pontos fundamentais para quem quer se destacar na sustentação oral.

Demanda crescente

“Percebemos uma demanda crescente por advogados interessados em maximizar e melhorar sua atuação nos tribunais. O objetivo da aula é que seja bastante prática, com estratégias de como potencializar a atuação; por isso, trabalharemos com turmas pequenas e de forma bem direcionada às necessidades destes profissionais”, afirma o professor de Língua Portuguesa e de Redação Jurídica, Carlos André, que representa a OAB Nacional no Senado da República no Acordo Ortográfico.

Após a aula, no decorrer da semana posterior, o aluno deverá assistir, em um tribunal, a uma sustentação oral, e avaliar, por meio da ficha sustentação oral perfeita, o desenvolvimento de outro colega advogado. Por fim, deverá gravar uma sustentação oral, feita por ele mesmo, e enviá-la à coordenação do curso, juntamente com a ficha, para a avaliação do Instituto Carlos André.

Gestão de peças processuais

Além do Curso Sustentação Oral Perfeita, Carlos André, que é especialista em Redação Jurídica e em Português Forense, começou a oferecer, recentemente, de forma pioneira, o serviço de gestão de petições, contestações, embargos, pareceres, entre outros, de forma que os escritórios de advocacia tenham condições de ter um estilo próprio que o identifica independentemente de qual advogado atue em cada caso defendido.

Segundo ele, quem definirá o estilo das peças são os gestores ou donos do escritório. Serão feitas reuniões periódicas com a presença de toda equipe de forma que sejam definidas as necessidades de cada local. O prazo para o manual de cada escritório ficar pronto é de até um ano. Enquanto o documento não fica pronto, Carlos André analisará cada peça produzida no escritório de forma que ela seja revisada e adequada ao novo modelo desejado pelos gestores e sócios.