TJGO lança aplicativo que permite consulta e notificação de advogados e partes sobre movimentações processuais

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) lançou ontem (26) um aplicativo que vai permitir que advogados, membros do Ministério Público, defensores públicos e procuradores do Estado, com mesmo login e senha usados para acessar a plataforma do processo digital (Projudi/PJD), acompanhem todos os processos nos quais representam e as movimentações realizadas no sistema Projudi/PJD. O usuário também poderá optar por receber notificações de um determinado processo – ao clicar na notificação, aparecem os dados dos autos.

Outra funcionalidade do TJGO ADV, que foi desenvolvido pela área da Tecnologia da Informatização do TJGO, é o calendário, onde é possível observar os eventos relacionados ao processo, como, por exemplo, uma audiência agendada. Ainda, nas configurações do app, os membros do sistema de Justiça poderão ativar o lembrete, escolhendo com quanto tempo de antecedência desejam ser avisados da data do evento.

De acordo com o diretor de Informática do TJGO, Anderson Yagi Costa, novas funcionalidades estarão disponíveis em breve no aplicativo. “As próximas atualizações vão contemplar a visualização do arquivo da movimentação e o peticionamento por meio do app”, adianta o diretor. O TJGO ADV pode ser baixado nas lojas de aplicativos Apple Store e Google Play Store.

Para criação do primeiro aplicativo do TJGO, foram três meses de desenvolvimento e um mês de testes, para correção de falhas e aperfeiçoamento. A maior dificuldade, segundo o analista de Desenvolvimento de Software e responsável pelo TJGO ADV, César Augusto Garcia, foi definir uma tecnologia adequada para as plataformas dos dois sistemas, iOS e Android, dentro da meta de tempo estabelecida.

“Queremos avançar bastante nas funcionalidades do app ainda e, agora, esperamos o feedback dos usuários, pois, afinal, o desenvolvimento de um software nunca termina, nós só começamos e vamos sempre atualizá-lo”, afirma o servidor do TJGO, declarando que os app são o futuro da tecnologia e, portanto, outras ideias estão nos projetos da equipe do tribunal para facilitar os usuários da Justiça. Com informações do TJGO