Instituto Carlos André inaugura consultoria em comunicação jurídica para escritórios de advocacia

O professor Carlos André Pereira Nunes irá disponibilizar conteúdo completo da aplicação das regras da língua portuguesa

O Instituto Carlos André, referência em cursos de língua portuguesa, redação e comunicação jurídica, dá início, neste mês, ao projeto Português na Firma. Trata-se de consultoria on-line em comunicação jurídica especialmente voltada para escritórios de advocacia.

O GMPR – Gonçalves Macedo Paiva Rassi – será o primeiro escritório a receber a consultoria, que terá início nesta terça-feira (20), por meio de aulas on-line, ao vivo e gravadas. O projeto se estenderá até novembro deste ano.

O professor Carlos André Pereira Nunes irá disponibilizar conteúdo completo da aplicação das regras da língua portuguesa, de forma que os profissionais da advocacia aprimorem, cada vez mais, seus textos em processos e sustentações orais.

A iniciativa, pioneira em Goiás, visa a contribuir para a excelência do português nos materiais elaborados por advogados, aprimorando o trabalho já realizado por escritórios nacionalmente conceituados.

“É uma honra para mim iniciar este projeto tão importante para a advocacia brasileira em um escritório de excelência como é o GMPR”, afirma o professor Carlos André.

Um dos maiores escritórios de Goiás, o GMPR tem como sócios os advogados Marcos César Gonçalves de Oliveira, Carlos Márcio Rissi Macedo, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Breno Rassi Florêncio, José Antônio Domingues da Silva e Leonardo Honorato Costa.

Com sede física em Goiânia, o Instituto Carlos André reúne alunos de todo o Brasil com mais de 20 cursos on-line. Ao todo, mais de 14 mil estudantes já aprimoraram seus conhecimentos no instituto.