Segue para sanção ou veto do prefeito de Goiânia PL que reconhece academias como serviço essencial

Os vereadores aprovaram na quinta-feira passada (15), em último turno, o Projeto de Lei nº 72/2020, do ex-vereador Denício Trindade, que reconhece a prática de atividade física ofertada em estabelecimentos prestadores de serviço, como academias, ou feita em espaços públicos como essencial em tempos de crises sanitárias, como a que estamos vivendo, ou catástrofes naturais. A matéria aguarda agora sanção ou veto do prefeito Rogério Cruz.

O autor da proposta justifica que a prática de exercícios físicos diminui a chances de morte por doenças cardiovasculares. Além disso, diminui a incidência de câncer, mantêm a glicemia do sangue em índice adequado, evitando o diabetes. E mantêm os idosos ativos e ajuda a prevenir a depressão, que pode levar ao suicídio.

“Com base nas evidências científicas, fica claro que privar as pessoas de atividade física pode ter efeitos nefastos em suas vidas, gerando um elevado ônus social e econômico com intervenções posteriormente necessárias. Mesmo neste momento delicado, em que o risco de contaminação é iminente, o exercício é importante, já que, se feito adequadamente, fortalece a imunidade e diminui o risco de adoecimento”, diz Denício Trindade.