Presidentes de comissões da OAB-GO que vão se candidatar nas eleições municipais devem renunciar aos cargos

Até o dia 5 de março, os diretores das comissões da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) que irão se candidatar nas eleições municipais de 2020 devem protocolar pedido de renúncia dos cargos. A determinação consta de ato normativo baixado pelo presidente da seccional, Lúcio Flávio de Paiva.

O presidente da OAB-GO destaca, em suas justificativas, que a atuação apartidária da entidade requer tal medida. “Agimos em prol da cidadania e da advocacia. Representamos a sociedade civil em todas as circunstâncias necessárias, independentemente de qualquer diferença eleitoral. Por isso tal medida se faz necessária”, afirma.

A OAB-GO conta com 91 comissões, que tem a função de assessorar a diretoria, voluntariamente, em temas pertinentes a atuação da entidade. Cada comissão é formada por uma diretoria, composta por presidente, vice-presidente, secretário geral e secretário-geral adjunto e membros.

Confira a íntegra do Ato Normativo 01