OAB-GO faz blitz e flagra captação ilegal de clientes na Central de Flagrantes

Representantes da OAB estiveram na Central de Flagrantes para fiscalizar e autuar práticas ilícitas de advogados que atuam em busca de novos clientes

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) A Comissão de Combate ao Exercício Ilegal da Profissão e Captação de Clientela (CECEIPCC) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) realizou uma “blitz” nesta terça-feira (22/10) na Central de flagrantes, em Goiânia, para fiscalizar e autuar práticas ilícitas de advogados que atuam em busca de novos clientes.

Segundo a vice-presidente da comissão e conselheira seccional, Marly Marçalsta, a iniciativa é uma resposta às constantes reclamações sobre captações de clientes na porta da Central de Flagrantes e nas delegacias especializadas. De acordo com ela, escritórios foram identificados e medidas cabíveis serão adotadas.

“Reforçamos assim nosso compromisso de resguardar e resgatar a atuação regular e ética da nossa profissão. Esta é uma reclamação recorrente dos advogados, advogadas e policiais que sentem-se incomodados com a prática de ‘leilão de honorários’ que acontecem no Direito Criminal”, afirmou. Além da vice-presidente da comissão, acompanhou a ação o fiscal da CECEIPCC, Emanuel Senna.

INSS

No dia 30 de setembro, a comissão também esteve nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Aparecida de Goiânia (Setor dos Afonsos) e de Goiânia (Cidade Jardim, Avenida Nazareno Roriz). No dia 24 do mesmo mês,  representantes da OAB-GO estiveram nas agências Centro e Leste Universitário do INSS.