Reunião hoje foi acompanhada por mais de 70 participantes, entre conselheiros seccionais e presidentes de subseções

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) criou Comissão Especial de Apoio à Vacinação contra a Covid-19. Ela vai atuar em parceria com o movimento Unidos pela Vacina. Caberá a seccional disponibilizar a estrutura física, na capital e no interior, como pontos de imunização da população.

As medidas foram decididas na manhã desta quarta-feira (24), durante reunião virtual, e serão integradas com as ações organizadas pelo movimento Unidos pela Vacina. Idealizado pela empresária Luiza Helena Trajano, a meta é imunizar toda a população brasileira contra a Covid-19 até setembro de 2021.

A OAB-GO aderiu à iniciativa na última segunda-feira (22) e fará também a interlocução da advocacia e sociedade civil com o movimento.

Foram nomeados para integrar a comissão a secretária-geral adjunta da OAB-GO, Delzira Menezes; a conselheira seccional Larissa Bareato; o conselheiro seccional Flavio Rodovalho; a presidente da subseção de Trindade, Néli Cárita Figueiredo; e a advogada Andreia Alcantara, membro do COE (Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública) de Goiás e Goiânia em 2020.

Estrutura física à disposição

O presidente Lúcio Flávio de Paiva frisou que a OAB tem estrutura física adequada para auxiliar na realização da ampla vacinação. “Temos em Goiânia os prédios da Ordem e os da Casag, mas também colocamos à disposição todas as sedes de subseções, usando nossa estrutura como postos de vacinação”.

Lúcio Flávio evidenciou que a OAB-GO ingressou no movimento com muita vontade e compromisso. “Seremos todos trabalhadores humildes com muita vontade de auxiliar com o que estiver ao nosso alcance”.

Apoio

A conselheira seccional Larissa Bareato destacou que a finalidade é “fazer com que o maior número de pessoas sejam vacinadas no menor tempo possível” quando as vacinas estiverem à disposição.

“A OAB e todos nós advogados podemos contribuir demonstrando à sociedade as necessidades que os municípios possuem para poder efetivar a vacinação e podemos intermediar a relação entre o Poder Público e setor privado”. A conselheira também é coordenadora do Comitê de Políticas Públicas e Privadas do grupo Mulheres do Brasil em Goiás.

A reunião foi acompanhada por mais de 70 participantes, entre conselheiros seccionais e presidentes de subseções.

Demandas

Na reunião, Helenir Queiroz, representante do movimento Unidos pela Vacina em Goiás, reforçou que um dos objetivos é unir forças e enfatizou que a capilaridade da OAB em Goiás tem muito a somar para o futuro “retorno à normalidade”. “Temos diversas cadeias produtivas paralisadas e precisamos retomá-las. Para isso, precisamos vacinar todos os brasileiros”.

A empresária e representante em Goiás do grupo Mulheres do Brasil, Helena Ribeiro, explicou que o “Unidos pela Vacina” mapeou as principais necessidades de todos os municípios goianos em termos de logística de distribuição e armazenamento das vacinas, insumos, estrutura física e recursos humanos. A partir desses dados, o movimento pretende articular com instituições e empresariado o apoio ao Poder Público para garantir que a estrutura de vacinação seja preparada.

“O Brasil vacinou pouco até o momento e a vacina é o caminho para minimizar os efeitos dessa dramática pandemia. Precisamos tanto que a vacina chegue logo, quanto que toda a estrutura de apoio esteja pronta para fazer chegar a vacina aos braços dos goianos”, expôs. Fonte: OAB-GO