domingo, 20 de janeiro de 2019 62 9 9904-5026
Rubiataba

MP eleitoral impede reunião em igreja para divulgar campanha de candidato

O juiz da 76ª Zona Eleitoral Hugo Silva acatou requerimento do promotor eleitoral Diego Cordeiro, e suspendeu o ato de propaganda política que havia sido marcado para a noite de quinta-feira (13/9), na Paróquia Nossa Senhora da Glória. A decisão, tomada no mesmo dia, também proibiu o seu representante legal, monsenhor Vanildo Fernandes, de realizar evento com fim de beneficiar ou divulgar campanha de candidatos em prédios pertencentes à igreja, sob pena de multa de R$ 15 mil.

Com a representação eleitoral, o promotor visou evitar ato de campanha político-eleitoral e conduta vedada de uso de bem comum, no caso, o Centro de Treinamento Vocacional, onde estava prevista a presença do candidato a deputado federal Francisco Júnior.

Segundo apontado por Diego Cordeiro, o candidato integra o movimento carismático da Igreja Católica e já havia realizado uma reunião política com os fiéis da Paróquia Jesus Bom Pastor, no dia 31 de agosto, em Rubiataba. Ele havia agendado uma outra reunião, na mesma cidade, conforme mensagem assinada pelo monsenhor Fernandes, que circulou em redes sociais, convidando os fiéis para o encontro. O promotor eleitoral sustentou a ilegalidade da prática. Fonte: MP-GO

Comentários



Receba nosso informativo

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do portal Rota Jurídica