Juiz manda Instagram retirar do ar postagem com dados falsos sobre pesquisa eleitoral atribuída ao Serpes

A Justiça Eleitoral foi acionada e determinou que o Instagram tire do ar postagem com pesquisa falsa sobre as intenções de voto em Goiânia atribuída ao Serpes e contratada pelo jornal O Popular. A decisão é do juiz da 146ª Zona Eleitoral, José Carlos Durante atende pedido da coligação pessedista, representada pelo advogado Dyogo Crosara.

No perfil Goiânia Mil Graus quadro publicado pelo periódico no sábado passado (26) colocou o ex-governador e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Maguito Vilela (MDB) na liderança do levantamento e, seguido por Major Araújo (PSL). No entanto, conforme noticiado pelo Popular, quem lidera as intenções de voto na pesquisa divulgada é o senador Vanderlan Cardoso (PSD), com 22,3% das intenções de votos. Maguito tem 13%, empatado tecnicamente com a deputada Adriana Accorsi (PT), com 13,3%.

O magistrado deu 48 horas para que o perfil retire a postagem do ar, sob pena de pagamento de multa de R$ 5 mil em caso de descumprimento. Para o juiz, a propagação de pesquisa sobre a intenção de voto sem o devido registro e, principalmente, contrária à pesquisa registrada perante a Justiça Eleitoral é irregular.