terça, 20 de novembro de 2018 62 9 9904-5026
Dia 9

Fórum Nacional de Educação Jurídica discute em Goiânia futuro do ensino de Direito

Com a autorização de dez novos cursos pelo Ministério da Educação (MEC), o País tem hoje 1.042 cursos de Direito. E para discutir o futuro da educação jurídica no país e do Exame de Ordem será realizado na sexta-feira, em Goiânia, o Fórum Nacional de Educação Jurídica – Região Centro-Oeste. O evento é uma promoção da Comissão Nacional de Educação Jurídica do Conselho Federal da OAB e pelo Conselho Seccional da OAB-GO, na sede da instituição, no Setor Marista. As inscrições gratuitas ainda podem ser feitas pelo site da CFOAB (clique aqui para se inscrever).

Marisvaldo Cortez Amado

O evento reunirá 15 especialistas de renome nacional, em quatro painéis, sobre os rumos do ensino jurídico. Estarão em pauta Inovações Curriculares e as Avaliações Oficiais, Acessibilidade Pedagógica nos Cursos de Graduação em Direito, Novos Direitos e a Demanda do Mercado de Trabalho e Atualização do Exame de Ordem e as Mudanças Pedagógicas.

O presidente da Comissão Nacional de Educação Jurídica da OAB e conselheiro federal por Goiás, Marisvaldo Cortez Amado, avalia a abertura de novas vagas e novos cursos de Direito como um “descompasso” quando se leva em conta que, do total de 950 mil vagas autorizadas, cerca de 40% delas estão ociosas. “Esse é um problema e a OAB, tanto o Conselho Federal quanto a seccional de Goiás, devem debater e tomar iniciativas.”

O professor e conselheiro seccional da OAB-GO, Rubens Fernando Mendes de Campos, lembra que Goiás tem hoje 61 cursos jurídicos instalados e mais cinco pedidos de autorização em curso. “Temos de prezar pela qualificação dos cursos que já temos. Não por mais vagas”, afirma.

Comentários



Receba nosso informativo

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do portal Rota Jurídica