Desembargadores do TRF1 vão receber auxílio para pagamento de internet banda larga

Os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 1ª região (TRF-1), que Goiás entre os Estados sob a sua jurisdição, vão receber auxílio,  estipulado no valor de R$ 80, para pagar os gastos com linha de celular privada e de serviço de internet banda larga fixa.

Os desembargadores, que recebem salário de R$ 35.462,00, receberão o benefício após aprovação, no dia 28 de janeiro, de resolução que estabelece “o reembolso do valor pago pelo serviço de internet banda larga fixa, para uso profissional, é destinado exclusivamente aos desembargadores federais”.

A resolução é assinada pelo presidente do TRF-1, o desembargador Ítalo Fioravanti Sabo Mendes. Além de Goiás, o tribunal, com sede em Brasília, abrange o Distrito Federal e os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins.