CEL da OAB/Casag reabre neste sábado para advogados e familiares

Para ingresso ao Clube, o advogado deverá fazer reserva prévia

As atividades do Centro de Cultura, Esporte e Lazer (CEL da OAB/Casag) serão retomadas, de forma controlada, neste sábado (24). A reabertura é autorizada conforme a Portaria n° 005/2021 que segue rigorosamente todas as normas vigentes de parecer técnico embasado em dados estatísticos de instituições competentes. Neste primeiro momento, será permitida apenas a entrada de advogados e familiares, ou seja, não serão emitidos convites.

Ficam autorizadas, desde que cumpram todas essas normas, as atividades de condicionamento físico realizadas em academias; atividades esportivas em arenas e quadras ao ar livre (voleibol de praia, práticas de corrida, ciclismo, futebol, futevôlei, peteca e tênis); lanchonetes; restaurantes; e práticas aquáticas.

Entre as regras necessárias para ingresso ao Clube, está a reserva prévia para entrada, distanciamento de 2 metros, uso obrigatório de máscaras, higienização de mãos com álcool 70% na entrada e na saída do estabelecimento, assinatura de termo de responsabilidade sobre os itens listados na referida Portaria, na entrada do Clube, entre outras.

Cuidados

O CEL, por sua vez, irá disponibilizar álcool 70% em pontos estratégicos, para higienização das mãos. Também será feita a limitação de acesso ao público, que será de 250 pessoas entre terça e sexta-feira e de 350 pessoas aos sábados domingos e feriados.

O presidente da Casag, Rodolfo Otávio Mota, lembra que o Clube é da advocacia, que já foi privada de seu uso há meses em função da pandemia. “Estamos retomando as atividades atendendo a inúmeros pedidos. Fomos todos privados de vários tipos de lazer há meses e, desde que adotadas e respeitadas todas as medidas de segurança, poderemos novamente frequentar esse lindo espaço que é o CEL”, frisa.

Rodolfo, no entanto, pede a todos que tomem cuidado. “Mantenham o distanciamento, usem máscaras em ambientes que a exigem e tenham de ótimos momentos no Clube da Advocacia goiana”, deseja Rodolfo.