TJGO apresenta plano de valorização da força de trabalho no 1º grau

Em reunião na Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, na manhã de sexta-feira (5), o presidente do TJGO, desembargador Walter Carlos Lemes, recebeu representantes da Comissão de Implementação da Resolução 219/2016 (Conselho Nacional de Justiça) no Judiciário goiano, para a apresentação do plano de ação sobre o encaminhamento de servidores para o 1º grau. A medida cumpre Resolução do Conselho Nacional de Justiça e ao que foi acordado com o CNJ no dia 6 de maio, durante audiência com o o conselheiro Francisco Luciano de Azevedo Frota. Antes, as linhas gerais desse plano já haviam sido levadas para conhecimento do Órgão Especial, em sessão realizada no TJGO.

Walter Carlos Lemes destacou que a entrega da prestação jurisdicional no primeiro grau é uma das prioridades de sua gestão. Segundo ele, os magistrados das comarcas do interior lidam com sobrecarga de trabalho e com a insuficiência de mão de obra para o atendimento das demandas. “Em atendimento à Resolução do CNJ, teremos que efetivar a movimentação da força de trabalho, buscando impactar minimamente a vida do servidor”, informou o presidente do TJGO.

De acordo com o desembargador Carlos Alberto França, presidente da Comissão de Implementação da resolução,  o plano de ação sobre a forma de encaminhamento de servidores para o 1º grau foi elaborado cuidadosamente para não impactar a rotina de trabalho dos servidores. “Serão criadas, aqui na capital, centrais de apoio às comarcas do interior, para que não haja a necessidade de deslocar servidores para as demais unidades judiciais do Estado”, informou o desembargador. (TJGO)