Publicado edital para concurso da Assembleia Legislativa do Amapá; tem vaga para procurador

Foi publicado na semana passada o edital de abertura do novo concurso público da Assembléia Legislativa do Amapá (ALAP) foi publicado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora da seleção. São 129 vagas, além de formação de cadastro reserva. As inscrições deverão ser feitas de 23 de setembro a 30 de outubro, pelo site www.concursosfcc.com.br. As taxas variam de R$ 80 a R$ 140. O edital reserva 5% das chances a pessoas com deficiência e 20% a candidatos negros.

As chances de nível superior são para analista legislativo, com subsídio de R$ 10.128,90. Há chances para graduados em direito, administração, economia, estatística, ciências contábeis, letras, relações internacionais, engenharia, pedagogia, história, geografia, biblioteconomia, psicologia, assistência social, pedagogia, enfermagem, contabilidade, comunicação social (jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas) e tecnologia da informação. Há ainda chances para o cargo de advogado legislativo – procurador, que tem subsídio de R$ 11.395,01.

Já para nível médio, as chances são para assistente legislativo, com subsídio de R$ 5.064,45. As oportunidades são para atuação nas especialidades de assistente administrativo, de operações técnicas, de segurança, de registro de imagens, assistente legislativo, de contabilidade e de informática. Algumas funções ainda exigem habilitação técnica específica na área. Há ainda vagas para auxiliar operacional e de transportes, com subsídio de R$ 3.798,34. Todos os cargos ainda receberão como R$ 1.000 de auxílio alimentação.

Etapas
Os cargos de nível superior exigem que os candidatos sejam submetidos a provas objetivas, discursivas e avaliação de títulos. Os demais postos serão avaliados apenas por provas objetivas e discursivas. Todas as fases serão aplicadas na capital Macapá.

A provas objetivas, para todas as categorias/áreas/especialidades, e as provas discursivas, somente para assistente e auxiliar legislativo, serão aplicadas em 2 de fevereiro de 2020, pela manhã para auxiliar legislativo e analista legislativo, e à tarde para advogado legislativo/área – atividade de serviços jurídicos – especialidade: procurador e assistente legislativo.

Já as provas discursivas somente para analista legislativo e advogado legislativo – procurador serão feitas em 24 de maio, pela manhã para analista legislativo e à tarde para advogado legislativo – procurador. Fonte: CorreioWeb