Polícia Civil apresenta quatro pessoas envolvidas na morte do advogado Thiago Souza Mendes

Thiago Sousa Mendes foi morto dentro do próprio carro na noite de ontem

A Delegacia Estadual de Homicídios deve apresentar, nesta terça-feira (21), às 10 horas, quatro pessoas envolvidas na morte do advogado criminalista Thiago Souza Mendes, de 27 anos. Ele foi assassinado a tiros na Avenida Sonnemberg, no Setor Cidade Jardim, em Goiânia, na noite do último sábado (18). A motivação do crime seria que o mandante, que esta preso, descobriu que o advogado tivera um relacionamento antigo com uma ex-namorada dele.

A DIH criou uma força-farefa com aproximadamente 40 policiais civis, com apoio da Força Nacional, e, segundo a Polícia Civil, conseguiu esclarecer toda a dinâmica dos fatos. Segundo a PC, os autores foram presos, a arma utilizada no crime apreendida e o veículo usado na fuga localizado e apreendido.

O caso

A vítima foi morta quando saia de um restaurante da região, onde jantou com a mulher, quando foi surpreendida pelos disparos. Thiago morreu na hora. Nenhum dos tiros atingiu a esposa ou o veículo do criminalista.

O advogado Edemundo Dias, presidente da Comissão Especial de Trabalho para Acompanhar as Investigações de Casos de Violência Praticados contra Advogados e Advogadas em Goiás,  acompanhou o andamento do inquérito e a solução do caso.