OAB Nacional oferece estágio em Direito do Comércio Internacional

Até 22 de janeiro de 2016 está aberta a seleção para duas vagas no Programa de Estágio da Coordenação-Geral de Contenciosos (CGC), oportunidades viabilizadas pelo Protocolo de Intenções entre a OAB e o Ministério das Relações Exteriores (MRE).

O objetivo do programa é desenvolver e complementar a educação e o treinamento de advogados na área de Direito do Comércio Internacional. As atividades vão de 15 de fevereiro e 13 de maio de 2016, na CGC do MRE, em Brasília. Os selecionados não farão jus a qualquer remuneração, bem como não haverá vínculo empregatício. A carga horária é de 9h às 13h e de 15h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Para o presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, “o contato do advogado com profissionais e práticas jurídicas de outras nações é de suma importância para o amadurecimento profissional”.

Serão três etapas. A primeira será realizada pela OAB Nacional, por meio de sua Comissão Nacional de Relações Internacionais, que receberá, via e-mail, a documentação dos advogados.

Na segunda fase, os candidatos selecionados serão entrevistados. A análise dos interessados levará em conta, entre outros, a eventual especialização do candidato em área de interesse da CGC e a busca por especialistas em diferentes áreas de atuação.

A última etapa da seleção consiste na escolha de dois candidatos, avisados por e-mail sobre sua aprovação. O candidato escolhido deverá confirmar sua participação no programa.

Relatório
Ao término do Programa, os advogados terão como prazo 20 de maio de 2016 para encaminhar à OAB Nacional um relatório das atividades desenvolvidas. A critério da CGC, poderá ser emitido certificado de conclusão indicando o período do estágio e as atividades desempenhadas. Esse certificado poderá recomendar o advogado ao Programa de Formação Complementar e Pesquisa em Comércio Internacional, desenvolvido pela Missão do Brasil junto à OMC em Genebra, na Suíça.

Os candidatos deverão atender às seguintes condições:

– Nacionalidade brasileira;

– Ser advogado com inscrição regular na OAB. Preferência será conferida a candidatos que tenham concluído ou estejam cursando pós-graduação, principalmente em Comércio Internacional;

– Conhecimento em Direito Tributário ou no Acordo sobre a Aplicação de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias da OMC (Acordo SPS);

– Fluência em inglês;

– Boa capacidade analítica e de pesquisa; e

– Interesse em temas de comércio internacional, direito tributário e no direito da OMC.

É obrigatório apresentar:

– Curriculum Vitae em português ou inglês;

– Carta de motivação, justificando o interesse em participar do referido Programa, o potencial benefício da conclusão do Programa para o candidato e para o respectivo escritório de advocacia, se for o caso;

– Uma ou mais cartas de recomendação, subscritas por profissionais com supervisão direta sobre o candidato; e

– Documentos que comprovem: nacionalidade brasileira; inscrição regular na OAB; pós-graduação em curso ou concluída (se for o caso); conhecimento em Direito Tributário ou no Acordo sobre a Aplicação de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias da OMC; fluência em inglês.

Mais informações podem ser obtidas no telefone (61) 2193-9624 ou nos emails [email protected] e [email protected] O edital pode ser acessado clicando aqui.