Nova ferramenta disponível no aplicativo Goiás Mais Seguro vai atender mulheres vítimas de violência

O Governo de Goiás lançou, nesta quinta-feira (21/11), o Alerta Maria da Penha, dentro do aplicativo Goiás Seguro. Desenvolvida pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), a ferramenta permite que qualquer pessoa acione a Polícia Militar para ajudar mulheres em situação de violência.

“É um serviço que fará com que nossos policiais cheguem mais rápido ao encontro das vítimas. Vamos utilizar tudo aquilo que for necessário para proteger as mulheres”, afirmou o governador Ronaldo Caiado.

Um dos principais objetivos do serviço é coibir os casos de feminicídio no Estado. Com o alerta na ferramenta, também será possível combater a violência física contra mulheres. O aplicativo está disponível nas versões IOS e Android.

“Trata-se de uma ferramenta muito importante para garantir mais tranqüilidade às mulheres e inibir condutas criminosas de covardes que insistem em cometer esse tipo de violência”, explicou o secretário de Segurança Pública Rodney Miranda.

O aplicativo Goiás Seguro também permite que usuários façam contato direto e simplificado com a Polícia Militar. Também é possível acompanhar a viatura do atendimento no mapa. É permitido, ainda, buscar o telefone da viatura mais próxima.

“Tenho absoluta certeza de que este aplicativo fará história. A atual gestão do Governo de Goiás demonstra, mais uma vez, que tem respeito pelas mulheres”, ressaltou a primeira-dama e presidente do Grupo Técnico Social de Goiás, Gracinha Caiado.

O Alerta Maria da Penha foi lançado durante a apresentação do Pacto Goiano Pelo fim da Violência Contra a Mulher. A iniciativa é do Governo de Goiás. Durante o evento, o secretário de Segurança Pública destacou que as forças policiais têm combatido a impunidade, que é um dos principais ingredientes das ocorrências contra mulheres.

“Muitos criminosos acham que nada vai acontecer, mas, em Goiás, estamos mostrando que é diferente. Tanto que em uma única operação prendemos 151 covardes que cometeram violência sexual contra mulheres”, lembrou Rodney Miranda. “A boa notícia é que os números desse tipo de crime têm despencado no Estado, do mesmo jeito que temos feito com todos os outros tipos de ocorrências criminais”, garantiu o titular da SSP.