Justiça Itinerante julga ações movidas contra ex-candidato a deputado estadual

A Justiça do Trabalho Itinerante voltou a Águas Lindas de Goiás nesta segunda-feira (25) para mais uma rodada de audiências trabalhistas. Pela segunda semana consecutiva, a juíza Jeovana Cunha de Faria, titular da Vara do Trabalho de Valparaíso de Goiás, analisou ações ajuizadas contra um ex-candidato a deputado estadual e a comissão provisória do partido pelo qual ele disputou o cargo político.

Na semana passada, a pauta continha 76 audiências, todas elas de ações contra o candidato que, além de não conseguir se eleger, não pagou os trabalhadores contratados para exercer atividades de sua campanha. De ontem até a próxima sexta-feira (29), mais 75 ações serão julgadas, sendo 70 contra o político e a legenda partidária.

De acordo com a juíza Jeovana Cunha de Faria, os trabalhadores que ingressaram com ações na Justiça do Trabalho goiana contra o então candidato foram contratados para trabalhar na campanha dele nas eleições de 2018 em diversas funções, tais como motoristas, cabos eleitorais e coordenadores de campanha, e não receberam os salários estabelecidos em contrato por tempo determinado.

As audiências serão realizadas no Foro da Justiça Estadual de Águas Lindas, situado no Bairro Querência, pela juíza Jeovana Cunha. Além de Águas Lindas, o programa Justiça Itinerante do TRT18 atende a população de Santo Antônio do Descoberto e dos distritos de Edilândia e Girassol do município de Cocalzinho. A Justiça Itinerante voltará a Águas Lindas no período de 12 a 15 de agosto para mais uma edição do programa. O prazo para ajuizamento de ações vai de 3 de junho a 26 de julho.

Cristalina

A Justiça Itinerante do TRT18 também esteve município de Cristalina entre os dias 11 e 15 de março. Das 40 audiências realizadas, 14 resultaram em acordo entre as partes. O montante conciliado atingiu R$ 100 mil. Oitenta e quatro pessoas foram atendidas. A próxima edição da Justiça Itinerante em Cristalina será de 13 a 17 de maio. O prazo para ajuizamento de ações termina no dia 19 de abril. Fonte: TRT18