Júri de comerciante da rua 44, acusado de tentativa de homicídio, será realizado nesta segunda-feira

Sob a presidência do juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri de Goiânia, será realizado nesta segunda-feira (1º), a partir das 8h30, no Fórum Criminal Desembargador Fenelon Teodoro Reis, no Jardim Goiás, o julgamento de Alex Alves Tinoco, conhecido por Alex da Top Leve, acusado de ser mandante de tentativa de homicídio contra Gustavo Gomes Pereira, tendo os disparos atingido suas filhas Slamira Borges da Silva e Yasmin Gomes da Silva, esta com 3 anos de idade.

Consta dos autos que no dia 26 de outubro de 2015, a vítima Gustavo dirigia um veículo de sua propriedade, tendo como passageiras as vítimas Slamira e Yasmim, sentadas, respectivamente, nos bancos dianteiro e traseiro, quando o automóvel foi interceptado por um outro carro da cor vinho, de onde saiu o denunciado Nathã, o qual apoiou-se na porta deste carro e efetuou vários tiros na direção do carro das vítimas, com a intenção de atingir Gustavo, e, também, assumindo o risco de atingir os demais ocupantes. Gustavo conseguiu engatar a marcha ré e empreender fuga. Nenhuma vítima foi atingida.

Segundo o laudo de exame pericial, o veículo foi atingido por cinco projéteis, sendo que dois acertaram a parte esquerda do capô, e três a parte esquerda do para-brisa, inclusive, transfixaram o vidro e perfuraram o assento do motorista. Infere-se ainda do depoimento da vítima Slamira que um projétil ficou alojado na cadeirinha onde estava sentada a vítima Yasmim, na altura da cabeça.

Réu e vítima são comerciantes de roupa na Rua 44, com comércio ilegal de roupas falsificadas e, em virtude de diligência da polícia para a apreensão destas mercadorias nas respectivas lojas, um suspeitava que fora delatado pelo outro, decorrendo animosidade entre eles. O denunciado Nathã não será julgado porque faleceu e foi decretada a extinção de sua punibilidade. Fonte: TJGO