Empresas goianas terão crédito em plataforma de permutas para quitar dívidas e reativar negócios

Segundo o Sistema de Proteção ao Crédito (SPC), neste ano o número de pessoas com o nome no cadastro de inadimplentes chegou a 63 milhões. Já a inadimplência entre as empresas é de 5,5 milhões de micro e pequenos negócios, de acordo com pesquisa da Serasa Experian. Neste cenário de baixa na economia e a dificuldade encontrada por alguns setores econômicos para a retomada, diante da crise provocada pela pandemia da Covd-19, a Secretaria de Estado de Retomada desenvolveu o programa Mais Crédito.

O objetivo da iniciativa do governo de Goiás é fornecer ferramentas às micro e pequenas empresas que buscam renegociar suas dívidas de natureza comercial, contraídas principalmente durante o período em que os negócios permaneceram fechados. O programa ainda tem por objetivo incentivar as empresas a reduzirem a inadimplência e fomentar o cadastro positivo dos pequenos negócios.

Entre as instituições de crédito e fomento participantes está a plataforma de permutas multilaterais XporY.com. Por meio do programa, a empresa oferecerá uma linha de crédito por meio da moeda digital X$, de uso exclusivo na plataforma, e equivalente ao Real. Outro serviço a ser disponibilizado é a negociação com os credores para que o pagamento de dívidas seja feito através de permutas. O programa já está em funcionamento e os interessados podem agendar atendimento no site da Federação do Comércio do Estado de Goiás – Fecomércio (https://www.fecomerciogo.org.br/agendamento-mais-credito). Também participam instituições como Caixa, Banco do Brasil, Sicoob e Goiás Fomento.

Para obter o empréstimo da plataforma, será preciso fazer o cadastro no sistema. A contrapartida do tomador será cadastrar e vender produtos ou serviços dentro da própria plataforma, em moeda digital, meio através do qual obterá os recursos para quitar crédito recebido. O cadastro é gratuito e pode ser feito por meio aplicativo, disponível para Android ou iOS, ou pelo site www.xpory.com.

De acordo com o sócio-fundador da XporY.com, Rafael Barbosa, esse programa tem uma grande relevância para a retomada econômica no Estado. “É uma forma que o governo encontrou, junto com a iniciativa privada, para instituir linhas de crédito para aqueles que mais passaram dificuldades durante a pandemia. Esse apoio é fundamental, pois muitos pequenos empresários e até empreendedores individuais entraram no cadastro de inadimplentes na pandemia e agora ficaram sem condições até de comprar insumos para retomar seus negócios”, detalha Barbosa.

Para facilitar ainda mais o acesso ao crédito e a negociações para quitação de dívidas, Barbosa explica que a XporY vai oferecer alguns diferenciais em relação aos bancos tradicionais. “Geralmente para se conseguir um empréstimo em um banco é necessário apresentar garantias, ter nome limpo e ainda ter condições de pagar os juros acordados. Para ajudar a sociedade neste momento vamos oferecer o crédito com regras mais simples, sem necessidade de oferecer garantias, como bens ou imóveis, e também não vamos limitar o acesso aos que tiverem o nome negativado nos órgãos de proteção ao crédito”, conta o empresário que também não cobrará juros nas parcelas, somente uma taxa de antecipação de crédito. A plataforma também vai intermediar a negociação para quitação de dívidas por meio das permutas.

Outro benefício para as micro e pequenas empresas que aderirem ao programa Mais Crédito e buscarem o apoio da plataforma de permutas é o estímulo ao negócio que estas receberão. “A rede de permutas funciona como uma vitrine para o negócio. A empresa será vista por um público que não a conhecia e talvez não viesse a conhecer se não fosse pela troca virtual. Essa rede cresce em apoio mútuo, onde um oferta o que o outro precisa e ambos solucionam seus problemas sem o uso de dinheiro”. Na plataforma é possível encontrar uma infinidade de produtos e serviços para uso pessoal ou empresarial como contabilidade, advocacia, dedetização, venda de móveis, reformas prediais, alimentação e vestuário.