Em iniciativa inédita, TJGO prepara adolescentes prestes a sair de abrigos

Pela lei, todo adolescente abrigado deve deixar a instituição de acolhimento ao completar 18 anos. Para ajudar nesta transição, o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) promove, dentro da programação da Semana da Criança, que será realizada entre os dias 7 e 10 de outubro, círculos de construção da paz e restaurativos para ajudá-los a refletir sobre o impacto dessa situação em suas vidas e o que eles podem fazer para não permitir que isso prejudique seus desempenhos fora dali.

Inédita no Estado, a atividade será realizada na quarta-feira (9), a partir das 14 horas, com adolescentes do Lar Mãe Zeferina, Thalita Kum e Casa de Amparo. Os círculos serão ministrados por psicólogos, assistentes sociais e psicopedagogos. Além de auxiliá-los do ponto de vista psicológico, esses profissionais trabalharão metas e planos para evitar que eles engrossem as estatísticas relacionadas à violência.

“Muitos deles nunca pararam para refletir sobre isso e acredito que esta reflexão é muito importante para o futuro, para o direcionamento que darão às suas vidas assim que saírem dessas instituições”, afirmou a assistente social Mônica Vieira da Silva, segundo quem existem 27 adolescentes nesta situação em Goiânia.

Os círculos de construção de paz são estratégias utilizadas para fazer com que os envolvidos debatam seus sentimentos, exponham suas dores ou argumentos e busquem uma maneira de seguir em frente. A iniciativa é da Secretaria Interprofissional Forense da Corregedoria Geral de Justiça, com o apoio das equipes da Justiça Restaurativa, Coordenadoria da Infância e Juventude e Juizado da Infância e Juventude de Goiânia.

Adoção legal
A abertura da Semana da Criança no TJGO acontece na segunda-feira (7), às 13h30, no Auditório José Lenar de Melo Bandeira, onde serão divulgados dois programas que influenciam diretamente na vida das crianças. A titular do Juizado da Infância e Juventude de Goiânia, juíza Maria Socorro Afonso Silva, fará uma exposição sobre Adoção Legal, que trata da entrega espontânea para adoção, acolhendo e orientando mulheres que pretendem entregar voluntariamente seus filhos, e o juiz auxiliar da Corregedoria, Donizete Martins, irá falar sobre o programa Pai Presente, cujo objetivo é estimular o reconhecimento de paternidade de pessoas sem esse registro.

Também estão previstas apresentações do Centro Educacional Infantil do Poder Judiciário. A juíza Maria Socorro Afonso Silva e sua equipe também explanarão sobre o Programa Anjo da Guarda, que tem como missão identificar e preparar famílias de Goiânia, que voluntariamente se disponham a promover ações que beneficiem crianças e adolescente independente de faixa etária.

No dia 10 de outubro, crianças carentes de escolas municipais também terão um dia especial dentro da programação da Semana da Criança. Alunos de escolas municipais serão recebidas pelo presidente do TJGO, desembargador Walter Carlos Lemes, em seu gabinete e, em seguida, na área externa do TJGO (entrada da Avenida Assis Chateaubriand), participarão de uma manhã cheia de brincadeiras, lanches e atividades educativas promovidas pelo Corpo de Bombeiros. O evento tem a coordenação da Diretoria de Recursos Humanos do TJGO, Divisão de Agentes de Proteção e Coordenadoria da Infância e Juventude da Corregedoria. (Centro de Comunicação Social do TJGO)