Aviação agrícola ganha força e mostra sua importância para o agronegócio; advogado discute o tema

O agronegócio brasileiro tem exigido cada vez mais técnicas avançadas para manter o seu crescimento. Neste contexto, um dos elementos que impulsionam a produtividade do setor é a aviação agrícola. Com 2,3 mil aeronaves, segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), atualmente, o Brasil possui a segunda maior frota de aviões agrícolas do mundo, atrás apenas dos EUA.

O advogado e professor de direito aeronáutico Georges Ferreira reforça que a importância da aviação agrícola e destaca que ela apresenta várias aplicações, entre elas: o trabalho de semeadura, a aplicação de fertilizantes, pulverizações para combater pragas, trato de florestas, combate a incêndios florestais, repovoamento de rios e lagos a partir do lançamento de alevinos, entre outras.

“Hoje, apesar de ainda sofrer preconceito vindo de pessoas desinformadas, a aviação agrícola tem um papel fundamental no agronegócio. A tecnologia aplicada evita ao máximo a deriva, garantindo mais segurança e produtividade em menor tempo”, analisa Ferreira.

Ele acrescenta que, hoje, o Brasil exporta seus produtos agrícolas para mais de 190 países e fornece alimentos para aproximadamente 1,2 bilhão de pessoas no mundo todo, direta e indiretamente. “Esse é apenas um dos motivos que nos levam a refletir sobre a importância de se investir e acreditar na aviação agrícola”, diz.

Combate a incêndio florestal

Georges Ferreira ainda lembra do Projeto de Lei 4629/20, que altera o Código Florestal para determinar que os planos de contingência para combate a incêndios florestais, elaborados pelos órgãos ambientais, contenham diretrizes para o uso da aviação agrícola. O texto, já aprovado no Senado, tramita agora na Câmara dos Deputados.

Para serem utilizadas no combate a incêndios, as aeronaves deverão atender às normas técnicas definidas pelo poder público e ser pilotadas por profissionais devidamente qualificados para a atividade. Com informações da Agência Câmara de Notícias