Auristela Abalém, primeira a formar sociedade de advocacia somente com mulheres, morre em Goiânia

Faleceu, na noite desse sábado (10), por causas naturais, a advogada Auristela Abalém, aos 98 anos. Ela foi a primeira a primeira mulher a registrar, em 1994, em parceria com a conselheira seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) e sobrinha Renata Abalém, uma sociedade de advogadas. A sociedade que recebeu o número 12o está em atuação ainda nos dias de hoje.

Para a OAB-GO, o feito de Auristela foi um marco na luta feminina por equidade. Além disso, motivou homenagem da OAB-GO em 28 de março de 2017. O reconhecimento foi feito em solenidade no auditório Eli Alves Forte, durante o encerramento da campanha Ela Merece Respeito, parte das atividades do Mês da Mulher.

A OAB Goiás, em nota publicada no site da instituição, rendeu mais uma vez homenagens a Auristela Abalém pela vida dedicada à causa da emancipação feminina e pela atuação em prol do Direito e da Justiça.