Advogada Rayff Machado será homenageada por participação em projeto que estimula a honestidade

Rayff Machado é apoiadora do projeto

Wanessa Rodrigues

A advogada Rayff Machado de Freitas Matos receberá nesta quinta-feira (04/07), às 19h30, no Plenário da Câmara Municipal de Goiânia homenagem pela participação no projeto “O Valor da Honestidade”. O projeto é de autoria do ex-deputado estadual Leandro Sena, fundador da ONG Mais Ação, que trabalha em defesa da igualdade social, meio ambiente e no incentivo esportivo de crianças e jovens em escolinha de futebol. A ONG atende atualmente 500 crianças e totaliza mais de 3 mil jovens atendidos em 10 anos.

“É muito gratificante apoiar projetos dessa envergadura que, além de ter a capacidade de auxiliar os que necessitam do valor arrecadado, busca despertar na sociedade a importância de agir com ética e honestidade a todo tempo, inclusive quando não se está sendo observado”, diz a advogada.

O objetivo do projeto é levantar o debate da honestidade e a contribuição de cada cidadão na construção de uma sociedade mais justa e igualitária, aonde o cidadão deve agir com lisura e transparência mesmo não estando vigiado. Assim, são instaladas bancas com os itens à venda junto com a tabela de valores e o pagamento fica por conta da honestidade daquele que vai até o local consumir os produtos disponibilizados.

As bancas do projeto estão em igrejas, empresas e entidades classistas, com a venda de balas, chicletes, chocolates, bombons, pirulitos, barras de cereais e outros itens. Não há funcionário fiscalizando a compra dos produtos. A pessoa é incentivada a agir honestamente de acordo com a sua consciência e honestidade.

“Com perda de 40% do investimento, o projeto permanece firme no propósito de educar e conscientizar a população de que se queremos mudar o país dos grandes desfalques, temos que mudar o comportamento do cidadão, pois o que temos no Congresso Nacional não é nada menos que o reflexo do povo brasileiro como um todo”, diz a advogada.

Os resultados da ação serão catalogados e, posteriormente, poderão ser usados por escolas, universidades, igrejas e demais esferas da sociedade para analise e debate, visando cada vez mais eliminar a corrupção. A renda arrecada é totalmente direcionada para o trabalho da ONG Mais Ação.