20 magistrados concorrem a vaga de ministro do Tribunal Superior do Trabalho

A Presidência do Tribunal Superior do Trabalho recebeu a inscrição de 15 desembargadores e cinco desembargadoras de Tribunais Regionais do Trabalho candidatos à vaga de ministro do Tribunal destinada à carreira da magistratura em decorrência da aposentadoria da ministra Maria de Assis Calsing.

Atendendo ao disposto no artigo 111-A, inciso II, da Constituição da República, o Pleno do TST se reunirá em data a ser definida para escolher, por escrutínio secreto, a lista tríplice a ser encaminhada ao presidente da República, a quem cabe a indicação dos integrantes dos Tribunais Superiores. O indicado será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal e, uma vez aprovado, seu nome será submetido ao plenário do Senado Federal antes da nomeação.

A seguir, a lista dos inscritos para concorrer à vaga:

1ª Região (RJ)
Evandro Pereira Valadão Lopes

2ª Região (SP)
Sérgio Pinto Martins
Wilson Fernandes

4ª Região (RS)
Francisco Rossal de Araújo
Marçal Henri dos Santos Figueiredo

9ª Região (PR)
Marlene Teresinha Fuverki Suguimatsu
Paulo Ricardo Pozzolo

10ª Região (DF/TO)
Alexandre Nery Rodrigues de Oliveira
Cilene Ferreira Amaro Santos

11ª Região (AM)
David Alves de Mello Júnior

13ª Região (PB)
Paulo Américo Maia de Vasconcelos Filho

14ª Região (RO/AC)
Vânia Maria da Rocha Abensur

15ª Região (Campinas/SP)
Eder Sivers
Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani
José Carlos Abile

17ª Região (ES)
Marcello Maciel Mancilha

21ª Região (RN)
Maria Auxiliadora Barros de Medeiros Rodrigues

22ª Região (PI)
Francisco Meton Marques de Lima
Liana Chaib

24ª Região (MS)
Amaury Rodrigues Pinto Júnior